Etiqueta profissional. Você tem?

Veja os conselhos de dois especialistas ouvidos pelo O POVO, de como se sair em situações delicadas que podem acontecer no dia a dia.

1. Como mandar um e-mail profissional? O e-mail profissional precisa ser formal?

-KLEBER LEITE, consultor empresarial da BRATT Consultoria: Começar o e-mail com a palavra “caro” está muito em alta, pois ele tira a distância da comunicação. Se eu não sei se a pessoa é casada, se quer que chame de doutor (a), ou se vai se achar velho se chamar de senhor (a), o “caro (a)” abre um leque. Sempre terminar com uma saudação.

LISE AGUIAR, psicóloga e consultora da CMGB Gestão: A pessoa precisa ser cortês. Escrever “bom dia”, “atenciosamente”, “grato (a)”, não arranca pedaço de ninguém. Deve ter cuidado com as palavras, com erros de português. Tem que ser formal sim, pois ele é um registro. As grandes empresas fazem um controle de e-mails enviados, o empregado assina termo de segurança da informação, muitas vezes existe monitoramento. Por isso, não é bom usar o e-mail para outros fins, se não o de trabalho.

2. Posso atender o celular do meu colega?

-KLEBER LEITE: Isso seria invasão de privacidade. Por exemplo, você fez uma entrevista de emprego e te ligam, para falar mais da vaga e quem atende é seu chefe? Deixa lá tocando, quando ele voltar ele vai retornar.

-LISE AGUIAR: Só se ele permitir. Mas não atende com alô, mas “celular da Lise, bom dia ou posso ajudar”.

3. Exagerei na festa da empresa. Como devo reagir no dia seguinte? Devo pedir desculpas ou              esquecer?

-KLEBER LEITE: Em festa da empresa não se deve ter bebida alcoólica, pois depois de três doses você já sente o efeito. Se acontecer algum constrangimento, a empresa deu oportunidade para isso acontecer. Mas vamos supor que você tenha bebido, no dia seguinte você pode chegar para o colega mais próximo e, sutilmente, pede desculpa. Ao chefe, só se ele chamar e perguntar.

-LISE AGUIAR: Dependendo do ambiente e da pessoa. As pessoas acabam compreendendo, mas é claro que se tiver aquele “chatinho”, em outro evento é sempre lembrado.

4. Em quais situações devo deixar o celular no silencioso?

-KLEBER LEITE: Quando estiver conversando, numa reunião. Se atender o celular, demonstra que não está dando atenção ao que o outro está falando. O ideal é não atender, mas retornar depois a todas as ligações.

-LISE AGUIAR: Quando se trabalha em ambiente com outras pessoas, sempre deixar no silencioso e escolher um toque discreto. É muito desagradável você estar trabalhando e tocar uma música alta. Atrapalha na concentração

5. Se eu vou oferecer uma festa, de casamento, por exemplo, e não posso convidar a todos. O que faço?

-KLEBER LEITE: Manda o convite para as pessoas que você selecionou e para as outras manda um cartãozinho explicativo, para não achar que ela não está no rol dos seus amigos. Diga que na próxima oportunidade ele será convidado. Se você não explica, a pessoa vai ficar se perguntando o porquê não foi convidado.

-LISE AGUIAR: Faz um convite para os próximos, mas peça descrição. As pessoas sabem a noção de custo de casamento, então elas vão entender.

6. Posso presentear o meu chefe em aniversário ou Natal, ou vai parecer que sou “puxa saco”?

-KLEBER LEITE: Pode presentear, quando for item de trabalho. Nada de caixa de chocolate. Pode ser uma gravata, se ele usar no dia a dia, caneta.

-LISE AGUIAR: Pode, mas tem que ter cuidado com os comentários que surgem. O ideal é combinar com os colegas para fazerem uma cotinha e comprar um presente em conjunto.

FONTE: JORNAL O POVO, 15 de Agosto de 2010.